Archive for agosto \30\UTC 2009

Universo Noob Especial – A Despedida

agosto 30, 2009

Olá amigos noobs, a ultima semana foi bastante agitada. Tivemos o Summerslam, tivemos trocas de titulos, tivemos combates confusos e controversos… Mas esse aqui ainda não é o resumão. Esse aqui é um artigo especial, afinal tivemos uma despedida de peso esta semana, um dos idolos da nova geração de fãs da luta livre resolveu dar um tempo. Mas não foi só isso. Tivemos ameaças de processo, ameaças de destruição do Universo Noob. A um tempo atrás eu me perguntava: O que farão as fãs do Jeff Hardy assim que ele se for? Está respondido, voltarão a sua loucura e histeria contra o meu querido blog.

Fãs geralmente passam do limite.

Fãs geralmente passam do limite.

Vamos falar do Hardy primeiro…

Eu não tenho nada contra o rapaz, muito pelo contrário, gosto muito do Jeff Hardy. Até mesmo em comunidades do Orkut muitas vezes eu sai em defesa do Jeffinho. Mas o cara tem um problema, ele é uma espécie de Neto do pró-wrestling. Ele é um peladeiro dos ringues, está longe de ser um atleta, por isso muitas vezes foi pego nos testes anti-drogas. Mas depois da sua ultima trangressão, onde ficou a um triz de ser demitido, fez um monte de merda que acabou acarretando no incêndio mal explicado de sua casa e a morte de seu cachorro, Hardy entrou nos eixos. A WWE confiou nele e ele correspondeu. Mas… Hardy resolveu pular fora e os motivos são óbvios. O cara não aguentaria muito tempo, logo logo ele ia ser pego de novo e as portas iam fechar pra sempre. Foi então que ele se mandou, enquanto ainda está por cima.

Hardy quer andar de motocicleta, fazer pinturas e esculturas indecifráveis, musicas ruins e fumar o seu cigarrinho natural. Além é claro da farinha, um pouquinho de heroina de vez em quando… E por aí vai.

Jeff quer um tempo para cuidar de outros assunto...

Jeff quer um tempo para cuidar de outros assunto...

Mas Hardy agora é passado, um quadro na parede, pelo menos aqui no UN.

Agora vamos a parte mais legal: Os fãs.

Como eu escrevi no post sobre a derrota do Hardy no Summerslam, eu tenho medo de fãs. Se eu fosse um cara famoso, fugiria de todos. É aquela coisa, as emoções humanas variam geralmente da tristeza à decepção e da decepção à loucura. Já mostramos a tristeza e a decepção, agora trataremos da loucura. Quando eu citei o blog Jeff Hardy The Enigma aqui pela primeira vez a intenção era apenas rir do texto passional feito pela autora. Afinal de contas eu não entendia como algo que supostamente é feito para nos divertir, pode deixar alguém tão transtornado.

Oras era só mais um sarrinho, como vários outros blogs foram zoados por aqui, além de crônicas vampirescas e farofas de raposa. Mas assim que o Jeffinho foi sacaneado pelo Punk no Extreme Rules o Mark em sua crônica resolveu usar o blog da moça como exemplo da revolta que ele também sentia.

Jeff Hardy durante os ultimos meses foi o top face do Smackdown, um dos atletas mais comentados da IWC e para mostrar isso eu fiz um post aqui no UN e mais uma vez é claro eu tive que citar o blog que tem um nome muito grande e uma URL pior ainda.

A choradeira continuou!

A choradeira continuou!

Mas a partir daí a coisa diminuiu um pouco eu confesso também que o UN entrou em decadência. A noobagem diminuiu um pouco, o Wrestlemaniacos que sempre dava material morreu. Isso fez com que o UN acabasse tentando seguir uma linha mais profissional (mentira), mas eis que acontesse mais uma noite de derrota de Jeff Hardy. E mais uma série de pérolas. Bom, só mais um post, só mais uma ondinha da cara da coitada sofredora, mas então surge um comentário, mais com cara de ultimato. O UN não liga muito para ultimatos, pelo menos não de pessoas que não tenham condições de pagar pelo menos três advogados.

Pra falar a verdade eu pretendia tirar mais sarro do blog Jeff Hardy The Enigma. Sim, eu queria ligar o “me processe”, mas… Aos quarenta e cinco do segundo tempo eu fiz uma descoberta. A moça que me acusou de estar querendo aparecer também tem um blog sobre… Jeff Hardy. Olha só!!!!!

O Blog se chama “Jeff Hardy e wwe”. Além do nome tosco, está escrito assim toscamente mesmo. Eu não vou acusar a Ana de querer aparecer, mas mesmo que ela não queira… É tarde pra voltar atrás.

É só clicar aqui

Pronto Aninha para selar a paz eu divulguei seu blog e tenho certeza que meus amigos do UN vão fazer uma visita, vão te parabenizar pelo ótimo trabalho e ainda vão deixar muitas mensagens de apoio ao Hardy.

Afinal… Amigo é coisa pra se guardar.

Só quero alertar que os advogados do UN estão a postos.

Nossos advogados discutindo o caso.

Nossos advogados discutindo o caso.

Mensagem Subliminar

agosto 27, 2009

O Universo Noob está rompendo fronteiras… Ou melhor, os noobs estão rompendo fronteira.

Essa pérola não saiu de nenhuma comunidade ou blog de luta livre, mas a viagem do retardado foi tão longa que ele acabou indo parar em um assunto muito conhecido por nós fãs de pró-wrestling.

nwo

Conclusão: Se você usar algum tipo de entorpecente não remova programas de seu computador.

A triste vida de um fã!

agosto 25, 2009

Eu não tenho fãs, mas se eu tivesse teria medo de todos. Fãs são estranhos, são passionais demais, são piores que nossas esposas… Os fãs costumam defender seus idolos com todas as suas forças e da forma mais passional possivel. É claro que os fãs fazem isso antes de atirar em seus idolos, mas vamos nos ater hoje ao ponto em que o fã ainda o defende.

Já vimos muitas vezes aqui a tristeza, desespero e ódio não contido da pobre fã do Hardy. A cada derrota, a cada queda, a cada sacanagem praticada pelo maldito Mcmahon que paga o salario do Jeff, mas não deixa ele ser campeão. O desespero da pobre moça aumenta. Só porque o pobre Jeff vai abandonar a empresa no momento que ele é o lutador mais popular e mais rentavel, não dá ao Mcmahon o direito de ficar sacaneando o Jeffinho dessa forma. Coloca-lo no main event do Summerslam só pra perder? O que ele vai fazer agora? Aumentar o seu salario, que isso? Que safadeza!

jeffpunk

Pois é... Nem um pouco passional!

Pois é... Nem um pouco passional!

E foi nesse momento que a fã começou a misturar fantasia e realidade.

Como dizia Gugu Liberato: Muito triste!

Como dizia Gugu Liberato: Muito triste!

Muito triste realmente, imagine só o Jeff lutou sozinho, contra algumas escadas, contra um monte de mesas, contra algumas cadeiras e o Punk que ganhou. Puta merda viu! O Jeff pulou de uma escada gigantesca em cima de uma mesa e o Punk só teve o trabalho simples de ficar embaixo pra receber pancada. Imagine só o Punk não fez nada além de passar a todos a impressão de que o Jeff Hardy é o fodão que lutou sozinho.

Que mal agradecida!

Que mal agradecida!

Isso me deixa muito triste. Nós aqui nos sensibizando com o sofrimento dessa moça, lutando para mostrar ao mundo todo que os fãs do Hardy não estão satisfeitos com essa situação e ela simplesmente nos agradece dessa forma. É isso que recebemos em troca? Que mundo cruél, vou comer três caixas de oreo para esquecer!

Para mostrar que não temos ressentimento… Vamos todos sofrer juntos com a fã do Hardy!

As botas, só pode ter sido isso!

As botas, só pode ter sido isso!

Resumão do Noobão nº 4

agosto 23, 2009

Olá noobs estou voltando com mais um resumo e nessa semana teremos pela primeira vez o show da ROH também incluido. Não que interesse já que quase ninguém assiste essa porra… Tivemos também um PPV, isso mesmo, o PPV da TNA Hard Justice. O que também não significou muita coisa porque foi um lixo… Mas “simbora”!

TNA – Hard Justice

Comecemos com o PPV da empresa de Orlando então.

Rede Globo apresentou: Justiça Dura!

Rede Globo apresentou: Justiça Dura!

A TNA tem sido bem linear em seus PPV’s ultimamente, eles tem sido bem ruins. E esse também não foi diferente. O Hard Justice foi duro de assistir (RÁ). Começamos até bem com a X-Division. O combate steel asylum match apesar da estipulação horrível e a estrutura que não ajuda, foi muito bom. O que realmente é ruim é o fato de haver uma quantidade muito grande de lutadores dentro daquela estrutura e muitas vezes as cameras não conseguem pegar tudo o que está acontecendo. As vezes você ouvia a torcida se manifestar com algum spot, mas não sabia o que aconteceu. Além do que tem o fato da TNA não mostrar replays durante o combate. Após isso o PPV praticamente acabou… Abyss venceu Jethro Holliday em um combate que devia ser feito no Impact. O Jethro não aparece nem no programa semanal e caiu de para-quedas no PPV. Hernandez ganhou de Rob Terry em alguns segundos. Foi o melhor combate da carreira do Batista britânico. Brutus Magnus e Doug Williams venceram Robert Roode e James Storm, combate bonzinho mas rapido. ODB e Cody Deaner venceram as Beautiful People em um combate que foi tudo menos um combate de pró-wrestling. Samoa Joe levou o X-Divison Championship do Homicide tão rapido que eu quase nem me dei conta. O Team 3D fez contra o Booker T e o Scott Steiner uma reprise de seus ultimos 878 combates. As lutas são iguais a uns 3 anos. É a mesma coisa só troca o adversario, viu uma, viu todas. Kevin Nash e Mick Foley fizeram um show de sanguinolência, só faltou lutarem mesmo. E o main event com Sting, Kurt Angle e Matt Morgan teve um dos piores finais que eu já ví na vida. O Morgan tentou o pin no Sting mas o Angle puxou o pé do referee na hora dele bater as três contagens de forma incrivel o Sting levantou primeiro que o Morgan, se desviou do Angle e a cadeirada pegou no Morgan, a transmissão espetacular da TNA corta para o Morgan caido não mostra que o Angle acertou tambe´m uma cadeirada no Sting que estava procurando o dente dele… Sei lá. Então pra boa parte das pessoas que estavam assistindo a transmissão, o Sting não tinha razão nenhuma pra se jogar feito um louco pra fora do ringue de forma inexplicável. Eu achei até que era a velhice, que o Sting não teve forças pra voltar, ou perdeu alguma coisa fora do ringue e foi procurar.

Chris Sabin mostrando o buraco para Alex Shelley!

Chris Sabin mostrando o buraco para Alex Shelley!

Quem será que bookou esta merda?

Quem será que bookou esta merda?

RAW is Macaulay

A brand vermelha dessa semana foi um pouco diferente, sim, porque ao contrario das outras semanas foi um bom show. Não foi aquela coisa que se diga “supimpa como foi bom esse show”. Mas foi um RAW muito agradável. A começar pelo guest host da semana. Freddie Prinze Jr que já fez parte da equipe criativa da WWE fez um ótimo trabalho. Com certeza o melhor guest host entre todos desde que a WWE adotou essa estratégia. Shaq trouxe muita midia e se saiu muito bem, mas Freddie foi o mais próximo de um GM realmente. As expressões, a forma de atuar e ainda levou um backbreaker de Randy Orton. Tivemos no RAW também duas disputas de titulos. Mickie James vs Gail Kim pelo cinturão de Divas. Combate surpreendentemente horrivel, não imaginava que essas duas conseguiriam fazer algo tão ruim. Esse cinto deve ser zicado. Kofi Kingston vs Carlitos pelo U.S Championship. Esse sim ótimo combate. Evan JobBourne diante de sua torcida enfrentou The Miz, mas perdeu, mesmo super ovacionado, como um herói. A DX retornou ao RAW, agora eles costumam fazer isso pelo menos uma vez por ano. E apanharam da Legacy, pelo menos valeu pra deixar os filhinhos de papai um pouco por cima. Mas o melhor da noite ainda estava por vir, uma falls count anywhere Chavo Guerrero vs Hornswoggle. A feud do ano teve mais um capítulo. Dessa vez, Chavo perdeu após levar com uma lata de tinta na cabeça. A lata estava amarrada atrás da porta e armadilha foi provavelmente armada por Macaulay Culkin… Sério! Depois dessa eu vou dizer o que? No main event o já antecipado Big Show e Chris Jericho vs Randy Orton e John Cena. Freddie Prinze mudou a estipulação do combate para se vingar de Orton e tivemos então uma lumberjack match. Sendo os lumberjacks faces afim de arrancar o couro de Randy. O combate foi ruinzinho mas serviu para dar build up para o PPV. Resumindo um bom MNR.

Lembra de mim Chavito?

Lembra de mim Chavito?

Caralho... Denis "O Pimentinha"!

Caralho... Denis O Pimentinha!

Ring of Honor

Vamos ao programa da pequena ROH. Os responsáveis pela HD Net, canal que transmite o show da federação, resolveram tentar abocanhar alguns fãs a mais exibindo o show da ROH antes da exibição da RAW pelo USA. Espero que de certo. A qualidade do show ainda é ruim, ainda mais pra mim que confesso ser um fã do main stream. Mas a ROH tem suas qualidades, principalmente no que se refere a intensidade dos combates. O primeiro deles Eddie Edwards vs Kevin Steen por exemplo é uma bela prova disso, combate muito bom. O melhor do programa. O próximo combate foi um combate de tags, mas de boa… Eu prefiro pular, não sei como tiveram coragem de colocar algo de nivel tão ruim em um show de tv. Esses alunos da ROH não deviam ser colocados assim de qualquer jeito em shows televisionados. Sonjay Dutt falou sobre a sua volta à ROH, se é que ele já esteve lá. Sinceramente não lembro. Espero que ele não lute contra o Jack Evans por lá… Tivemos um combate do Necro Butcher que apesar de ter muitos fãs é ruim pra caraleo. E no main event Tyler Black vs Nigel Mcguiness. Um combate que sinceramente eu esperava mais, mas compreendo que a ROH não quer entregar tanto o jogo em shows de tv e prefere guardar o ouro para os DVD’s. Mas ainda é muito agradavel ver o Mcguiness lutar, ele aplica as melhores submissões da luta livre atualmente. Doi em mim só de ver. Prometo que assim que eu me habituar com a ROH os resumos ficarão melhores também. A não ser que eu me canse e pare de assistir essa porra também.

Gizmos... Basta não molha-los!

Gizmos... Basta não molha-los!

ECW on Syfy

Essa semana não foi lá muito boa na ECW. Achei um show meio fraquinho. Supostamente teriamos uma tag team match William Regal e Vladimir Kozlov vs Christian e Tommy Dreamer, mas o inglês e o Russo atacaram Dreamer durante uma entrevista. Tirando-o do combate. Então a GM arrumou outro parceiro para Christian. Enquanto isso Hurricane Helms venceu Paul Burchill em um ótimo combate. Impressionante como luta o Burchill, deve ser o melhor jobber da atualidade. Zack Ryder venceu Yoshi Tatsu em um combate rapido com um final ridiculo. Tivemos o Abraham Washington Show com Goldust e Sheamus… O que eu realmente me pergunto é se está merda tem que acontecer realmente todas as semanas. E o main event com Christian tendo como novo parceiro Ezekiel Jackson e aí para surpresa geral de todos, Zek atacou Christian, ajudando Regal a vencer o Captain Charisma. Na verdade tava na cara que o negão ia atacar o Christian, a questão era em que momento isso iria acontecer. Show fraco.

TNA Impact

Tivemos um bom Impact essa semana, talvez pra compensar o PPV ruim do domingo. Começamos já com a revanche de Homicide pelo X-Division Title, o coitado tomou um squash do Joe, perdeu facinho. A estréia de Elijah Burke com o nome de “The Pope” D’Angelo Dinero que venceu Consequences Creed. Ótima estréia de Burke, ou de Angelo, como queiram. Impressionante… deve haver um programa gerador de nomes ridiculos em cada federação dessas. Outra coisa é que na TNA os lutadores já chegam com um codinome legalzudo sem explicação alguma né… The Pope, The Boss e assim vai. Tivemos um combate street fight onde Robert Roode e James Storm venceram Doug Williams e Brutus Magnus, um daqueles combates perdemos titulos, mas saimos por cima. Angelina Love aplicou um squash em Madison Rayne e tivemos uma fatal four way com Traci Brooks, Sarita, Christy Hemme e Traci Brooks. Um combate horrivel, diga-se de passagem. E pra fechar uma tables match com Team 3D vs Morgan e Angle. Combate legalzinho para o main event, mesmo tendo o Team 3D, mesas e essas coisas que já se tornaram chatas a tempos. Destaque final para o AJ Styles que foi chorar no ringue, querendo desistir porque não ganha mais nada. A mesma coisa do Kaz, cheguei até pensar que logo ele voltaria mascarado com um personagem chamado Genocide, ou coisa parecida.

É só juntar nomes aleatórios!

É só juntar nomes aleatórios!

WWE Superstars

Semana passada eu escrevi que o WWE Superstars era um show sem segredo algum. Três combates e não tinha como errar. Mas erraram. Colocaram quatro combates e o quarto foi Mark Henry vs Chris Masters. Além dessa porcaria tivemos Shelton Benjamin vencendo Tyler Reks, Beth Phoenix venceu Kelly Kelly e R-Truth venceu Charlie Hass. Charlie Hass que inclusive estava de attire nova, o que não faz a minima diferença pra um jobber.

Olha o Henry com medo de ser currado!

Olha o Henry com medo de ser currado!

Friday Night Smackdown

O ultimo Smackdown de Jeff Hardy ou não… a verdade é que tivemos mais um ótima edição. O show começou com Cryme Time e Rey Mysterio vs Dolph Ziggler, Big Show e Chris Jericho. Vitória dos heels com Ziggler fazendo o pin no campeão intercontinental. Matt Hardy em entrevista pediu perdão ao irmão por tentar mata-lo três vezes e fazer ele perder o titulo outras várias. Kane em uma promo garantiu que não tinha medo de Khali, mas depois de apanhar saiu correndo. Finlay venceu Mike Knox por dq e depois foi atacado mais uma vez pelo lenhador psicopata. Mellina e Maria venceram Natalya e Layla e no main event como prometido na semana passada tivemos Hardys e John Morrison vs CM Punk e Hart Dynast. Matt Porpeta fez o pin no Punk para surpresa de ninguém. Destaque também para o seguimento no ringue em que Punk diz que após o Summerslam Jeff não irá voltar a lutar… o que deve realmente acontecer.

Porque esse "diabo" tá de óculos?

Porque esse diabo tá de óculos?

Show da semana – Impact

O Impact teve a sua segunda semana de show agradável. Eu não sei se isso pode se considerar uma sequência, ou que o programa vai voltar aos eixos, mas pelo menos é uma segunda semana. É claro que ainda existem muitos problemas, mas esses problemas são do formato da federação. Se a TNA conseguir a cada semana superar esse formato ruim e apresentar um show decente a gente agradece.

Avisando aos noobs que quando eu digo formato não se trata do ringue não.

Show de horrores da semana – ECW

Essa semana não tivemos assim um show de horrores. Foi tudo na média do mais ou menos aceitável. Mas pra mim o ECW teve uma queda e ficou abaixo dos outros. Então o show de horrores essa semana foi o ECW. Mesmo não sendo tão horrivel assim.

Combate da semana – Daniels vs Suicide vs Chris Sabin vs Amazing Red vs Alex Shelley vs Jay Lethal vs Consequences Creed vs D’Angelo Dinero – Steel Asylum match

Eu não gosto desse formato de combate. Colocar um monte de gente dentro de uma redoma deve ser até interessante de se ver ao vivo na arena, mas na minha opinião não funciona muito na tv. Muito menos no meu monitor do computador. Mas o combate foi o melhor do PPV de domingo e o melhor realizado essa semana. Vários spots, mesmo que eu não tenha conseguido acompanhar alguns e até um pouco de psicologia coisa que é rara nesse tipo de combate. Parabéns aos lutadores da X-Divison. Agora se recolham a vossa insignificancia pois vocês sabem quem manda.

Galhofa da semana – ODB e Cody Deaner vs Angelina Love e Velvet Sky

Eu lembro quando as knockouts começaram a fazer sucesso, chegaram a liderar as audiências do Impact e todos comentavam que na TNA as mulheres realmente lutavam. Não eram só desculpa pra punheteiro assistir luta-livre. A própria TNA fazia propaganda de que alí não existiam divas, Awesome Kong era a principal lutadora etc… Domingo a TNA deu a mensagem de que a coisa não é bem assim. Um combate que teve como melhores momentos um malandro dando tapas no rabo de uma das lutadoras. Um combate em que o “titulo feminino” muda de mãos com um homem fazendo o pin, não é lá o melhor exemplo do bom wrestling feminino. Acho que ainda dá tempo de não deixar descambar e salvar a divisão das knockouts.

Como pode uma coisa dessas?

Como pode uma coisa dessas?

Lutador da semana – Elijah Burke (D’Angelo Dinero)

Existem coisas que são simplesmente inexplicáveis. Quando o Burke foi dispensado pela WWE alegaram que a empresa não tinha planos pra ele. Aí fica subentendido que quando não se é competente o bastante para saber aproveitar um bom lutador é melhor manda-lo embora. É um caso estranho porque Elijah Burke na minha opinião e de muitos outros é um talento de futuro. Bom com o microfone, tem o famoso “superstar look”, além de lutar muito bem. E aí a empresa simplesmente o demite. Uma decisão de péssimo gosto, na minha opinião Burke estaria hoje no main event do Smackdown por exemplo, junto ao Punk, Morrison e Hardy. Mas a verdade é que ele foi mandado para a fila do seguro desemprego, superou esse contra-tempo, superou um gravissimo acidente e está de volta, dessa vez na TNA. Não sei se a TNA vai se valer do talento que tem em mãos, mas o cara já estreou em um combate que pelo menos acompanhando a sua carreira na WWE não é muito a sua cara. E no Impact a seguir mostrou a sua capacidade mais uma vez, lutando contra Consequences Creed. Burke ou Dinero é um talento preciosissimo, agora cabe a TNA saber fazer uso desse talento.

Christy Hemme da semana – Mickie James e Gail Kim

Essa semana o prêmio vai para duas lutadoras. Mickie e Gail, se essas duas estão fazendo aquele tipo de combate, imagine só Eve Torres, Layla, Kelly Kelly, as Bella Twins…

Ps: No Impact tivemos a estréia do Taz, um ganho, afinal nos livramos do Don West. O interessante é que em certo momento Bobby Lashley se juntou aos comentaristas, mas foi bem rapido, pois ele se envolveu em uma briga com o Angle e foi retirado pelos seguranças. Por pouco saem os gritos do West e entram os murmurios indecifraveis do Lashley.

Ps 2: Fiquei muito feliz em ver o Macaulay Culkin no RAW, imagino que ele já tenha superado a morte do Michael.

macaulay_culkin

Como matar um lutador?

agosto 20, 2009

Quando a WWE foi exibida pelo SBT o Edge era o grande vilão, o cara que atormentou a vida do Undertaker ao lado de sua “mulher porquinha” e seus capangas. As comunidades de pessoas que odeiam o Edge pipocaram na internet nesse periodo. Em uma delas eu encontrei um tópico muito curioso.

edge

Impressionante como esses caras tem instinto assassino.

Muito ódio no coração

Muito ódio no coração

Dez chokroslam, dez pilão e cinco pedriver vai no minimo causar uma puta indigestão no Edge.

Dez chokroslam, dez pilão e cinco pedriver vai no minimo causar uma puta indigestão no Edge.

Eu ofereço esse post ao grande Zé Mizawa.

Ele é a cara do Kobashi né.

Ele é a cara do Kobashi né.

Crônica do Mark – A verdadeira história de HHH (Parte Final)

agosto 18, 2009

Chegamos finalmente ao partido final dessa história. Finalmente contaremos como HHH chegou ao poder na WWE. Enterrou novas estrelas e contribuiu para o desenvolvimento de novos virus como o H1N1 por exemplo.

No ultimo capitulo (que você pode ler aqui), terminamos no ponto em que Trips havia se contundido pela segunda vez. Uma benção de Deus provavelmente, ou alguma maldição do Ultimate Warrior. Este período foi ótimo para ele. Além de recuperar-se do velho problema, Triple H veio curtir as praias do Brasil, com seu amigo, foi ver um jogo do Vasco, conheceu algumas mulatas (e alguém trocaria Stephanie McMahon por uma mulata?!?), comeu feijoada e bebeu caipirinha.

O retorno dele à WWE foi derrotando Booker T e, em seguida, ganhando novamente o título mundial. Neste retorno, Triple H fez mais uma das suas. Ele foi bookado para enfrentar Ric Flair em um combate onde se Ric Flair perdesse, seria despedido e se Triple H perdesse, não lutava no Royal Rumble. Triple H se recusou a perder e os bookers tiveram que rebolar muito para não permitir a demissão de Flair. Novamente punido, Triple H acabou perdendo o Royal Rumble para John Cena. Ele chiou, disse para a mulher que ela não se daria bem à noite enquanto ele não ganhasse o título de novo e até parou de ir na casa do sogro, para o jogo de damas semanal regado a conhaque. A saída foi dar o uma chance de titulo a ele na Elimination Chamber, No Way Out. Ali, ele foi para o Wrestlemania, mas perdeu para Orton em uma luta que ainda tinha John Cena.

O inferno astral de Triple H voltou. Sua mulher andava meio estranha após a ameaça. Ele pediu para ir para o Smackdown, para ficar perto da amada e, chegando lá, ela pediu transferência para o Raw. Randy Orton começou a atacar a família McMahon. Chutou a cabeça de Vince, chutou a cabeça de Shane e deu um RKO em Stephanie. Esta foi a gota d’água para Triple H, que voltou feito um trem desgovernado para o Raw. Ele perseguiu Randy Orton, quebrou o espelho do vestiário da Legacy, quebrou a porta do carro de Ted Dibiase, deu marretadas em Rhodes e Dibiase e até se vestiu de entregador de pizza, para demolir Randy Orton. Ele invadiu a casa de Orton e começou a quebrar tudo, inclusive a esposa de mentira d e Orton, Samantha. Ele jogou Orton pela janela e pisoteou todo o jardim, até que a polícia apareceu e lhe prendeu. Essa história foi parar no Wrestlemania, onde Triple H ganhou de novo, mas ainda não acabou. Volta e meia, Triple H vem ao Raw para brigar com Orton, mas Stephanie continua distante do marido e fugindo a cada dia que passa.

Fazendo uma rápida pesquisa, podemos constatar que Triple H já causou problemas para lutadores como Bret Hart, Hulk Hogan, Mick Foley, Bill Goldberg, The Rock, Steve Austin e outros; causou problemas para as mulheres ao participar do comercial da cerveja Miller Lite, debatendo os direitos dos homens; e causou o cancelamento das séries Pacific Blue e The Drew Carey Show após participar de ambos. Uma pesquisa no jogo EWR mostra que ele não gosta de Brock Lesnar, Chris Jericho, Jeff Hardy, Rob Van Dam, Scott Steiner, The Rock, BG James, Goldberg, Bret Hart, Joanie Laurer, Kip James e Shane Douglas. Ele tem 13 títulos mundiais e, sempre que pode, força a barra para ganhar mais um até superar os 16 de Ric Flair. Foi Triple H quem apresentou a mulher de Kurt Angle a Jeff Jarret, ocasionou a saída da WWE no SBT, a expulsão do Ricardo Vampirinho da comunidade WW, o fechamento do Wrestling Spirit, a queda do Corinthians e do Vasco e a morte de Michael Jackson. O que mais ele precisará fazer para que o mundo perceba que este câncer deve ser extirpado da nossa sociedade?

Triple H, expulsando alguns fãs do ginásio

Triple H, expulsando alguns fãs do ginásio

E isso não é o bastante para HHH:

– HHH estava “dando um tapinha” nos bastidores, sentiu vontade de ir ao banheiro. Ele pediu para o Jeff Hardy segurar o baseado enquanto ele mijava e, nesse meio-tempo, o Vince passou e achou que o Jeff estava fumando. Pobre Hardy.

– Ao investigar a cena do caso Benoit após a noite do crime a policia encontrou uma marreta escondida embaixo da pia da cozinha. Esse fato foi encoberto após pressão da familia Mcmahon.

– Investigando o nome de funcionarios fantasmas e contratados por ato secreto no senado federal brasileiro… Um nome chamou muito a atenção das autoridades: Paul Levesque Sarney.

– HHH também foi visto pilotando uma kombi contendo urnas roubadas, nas ultimas eleições palestinas.

– Dizem as lendas que The Game foi o copeiro que tirou do lugar a mala contendo a bomba que supostamente mataria Hitler, arruinando assim a Operação Valquiria.

– Contam as más linguas que o assassinato do Arqueduque Ferdinando não foi cometido pelo terrorista Mão Negra. Mas que o verdadeiro assassino se chamava “O Jogo”.

– O Imperador Romano Caio Júlio César foi assassinado com várias punhaladas e uma marretada.

– O verdadeiro nome do traidor de Cristo era Judas Iscariotes Levesque. Assim consta nos antigos registros da Judeia.

– Cain matou Abel a mando de HHH.

– Adão e Eva comeram a maçã a mando da serpente que era loira de cabelos longos e barbuda.

– Um pedigree extinguiu os dinossauros.

– HHH convenceu Lucifer a se rebelar contra seu criador Jeová.

E por aí vai…

Os atos inescrupulosos de HHH não param por aí e ele é capaz de muito mais. Dois mil e doze está vindo aí e as escrituras já deixaram uma pista… Time to play the game!

Até a próxima noob!

Resumão do Noobão nº 3

agosto 16, 2009

Edição de numero três do resumão. Essa semana foi bem inativa aqui no Universo Noob, mas eu prometo melhorar. Como se alguém se importasse.

Eu venho tentando enquadrar o show da ROH a algum tempo nos resumos e quando eu arrumei uma soluçã,o o show foi transferido para as segundas. O Universo Noob sempre chegando atrasado. Mas vamos lá, mais uma semana de luta livre aqui no UN.

Monday Night RAW

Começamos como sempre pelo nosso programeco de todas as segundas. O MNR essa semana foi realizado em Alberta, Canadá. O que prometia um show no minimo diferente. Mas não foi, tivemos mais programinha ruim, sem graça que não cumpriu o papel nem de ser divertido nem de promover o Summerslam. Não há muito o que comentar… A feud Orton vs Cena, à duas semanas do segundo maior PPV da companhia não gera a menor expectativa. Se eles fizessem esse combate logo na próxima segunda, não faria a menor diferença. Fora um titulo em jogo, não há mais nada que atraia o público para essa feud e isso é muito ruim. Tivemos o segmento da volta da DX, que foi muito divertido, mas também não gerou heat para o PPV. Legacy vs DX… Whatever. Tivemos Big Show vs Orton, pulei o combate. Tivemos Cena vs Jericho, fui até a cozinha. Miz voltou ao RAW, nem me lembrava mais que ele tinha sido demitido. O MVP venceu o Masters, Swagger vs Bourne, também não me importei. Um combate de divas que foi o melhor da noite, só pra vocês sentirem o drama. Além de uma série de ofensa aos canadenses… Patético.

Esse promete ser o main event mais "who cares??" da história do Summerslam.
Supostamente isso deveria ter sido engraçado!

Supostamente isso deveria ter sido engraçado!

ECW on SyFy

Show também realizado no Canadá e ao contrario do RAW preferiram não ficar fazendo ofensas aos canadenses e sim realizar um show decente. Tivemos no main event um combate pela chance de enfrentar Christian no Summerslam [eu acho], Regal vs Dreamer, com a vitória do inglês. O que é ótimo, Regal vai lutar mais do que cinco minutos [eu acho ²]. Tivemos a volta do Hurricane, o que é patético. Não que eu não goste do personagem, mas não estamos mais em 2002. Kozlov e Ezekiel continuam o namoro, seria muito mais produtivo se eles marcassem um jantar logo. E tivemos o Shelton Benjamin lutando como face contra o Zack Ryder, bom combate, mas foi curto, podiam ter segurado para o próximo show, já que nesse havia muita coisa pra colocar em uma hora apenas. Ainda tivemos o surfista parrudo, batendo em jobber e mais um Abraham Washington Pathetic Show com participação de Christian.

Kozlov analisando o material.

Kozlov analisando o material.

TNA Impact

O Impact que é o maior concorrente do RAW na competição para definir o pior show da atualidade ficou um pouco para trás essa semana. Porque tivemos um bom programa. Nada de especial também. Para abrir tivemos a volta da Christy Hemme vs Whatever Girl, sério, não lembro o nome da cidadã e não vou procurar a essas alturas, porque o combate foi um clip da botchamania. Nem precisava de edição, é só colocar a musiquinha de video-game e bingo. Tivemos também Hernandez contra Doug Williams, com vitória do mexicano, não foi lá grande coisa, o melhor mesmo, foi o público gritando USA e depois de alguns segundos de silencio (segundos suficientes para se darem conta de que o Hernandez é mexicano), voltaram a gritar, mas dessa vez o nome do México. Tivemos ainda um combate sem disqualificação entre Scott Steiner e Brother Ray, combate só pra fazer build-up para o PPV. Uma fatal four way das knockouts, com a ODB vencendo ao fazer o pin na Awesome Kong, com um roll-up bem fajuto diga-se de passagem. Mas o melhor dessa luta foi o beijo que o Cody Deaner deu na Awesome Kong, menino de coragem. Entre outras coisas que não me despertaram o interesse como por exemplo o combate entre a tal World Elite (Eric Young e Sheik Abdull Baixinho) e Rhino e Jesse Neal ainda houve tempo para várias promos e o ultimo combate entre Morgan e Styles. Morgan venceu e está adicionado ao combate do PPV Hard Justice (parece nome de série policial dos anos 90). Teremos então a three way match se o Kurt conseguir sair da cadeia a tempo de participar. Resumindo, conseguiram espremer tudo ali no Impact e realizar um bom show.

Não tem nada a ver com o Impact dessa semana... Mas puta que o pariu!

Não tem nada a ver com o Impact dessa semana... Mas puta que o pariu!


WWE Superstars

O Superstars está começando a se tornar o meu programa preferido, porque não tem como errar. São cerca de quarenta minutos para três combates é só aproveitar o tempo direito. E eles vem fazendo isso. DH Smith vs John Morrison foi bom, bem trabalhado. Sheamus vs Goldust muito bom também, um estilo mais old-school, o Gasparzinho finalmente me agradou e o Goldust finalmente ganhou uma. E o main event, Rosa Mendez e Carlito vs Mickie James e Kofi Kingston também foi bom. Combate mais fraquinho, mas bom.

Eu sou um aviãozinhoooooo!

Eu sou um aviãozinhoooooo!

Friday Night Smackdown

O Smackdown continua a todo vapor. O ritmo não caiu em relação ao programa da ultima sexta. A feud entre Jeff Hardy e CM Punk é a melhor atualmente, principalmente graças ao trabalho do Punk. Pra quem já o viu na ROH, não é novidade que o homem sabe trabalhar como heel e ele está provando que pode ser um dos top na companhia. Dolph Ziggler venceu Finlay que foi violentamente atacado por Mike Knox após o combate. O problema é que se eu não me engano essa feud já aconteceu na ECW a pouco tempo. Houve um combate entre Melina e Layla, que não foi ruim. O impressionante mesmo é o quanto a Melina é flexivel, realmente começam a passar várias coisas pela minha cabeça nessas horas. Kane ficou todo o programa sodomizando o manager do Khali que revelou ser irmão do gigante. E um combate muito bom entre CM Punk e John Morrison. Os dois tem uma quimica muito boa desde os tempos de ECW. Como nem tudo é perfeito o Smackdown caiu um pouco na ultima meia hora de show. Porque o penultimo combate foi JTG vs Big Show e os combates do Big Show estão chatos. E o ultimo combate foi DH Smith e Tyson Kidd vs Jeff Hardy, uma handicap match. Eu não gosto de handicap matches além disso com o Hardy vendendo uma lesão no pescoço, ficou pior ainda. Pelo menos não baixou o Cena e ele perdeu o combate, para alegria dos fãs do Canadá (nem todos, o Hardy conseguiu pop de alguns). Ao menos para salvar um final chato, ouve run-in do Punk, Morrison e no fim Matt Hardy vindo salvar o irmão. Um face turn talvez!

O que beleza de flexibilidade!!!!

O que beleza de flexibilidade!!!!

Se eu pego esse apaixonado por handicap matches.

Se eu pego esse apaixonado por handicap matches.

Show da semana – WWE Superstars

Foi meu show preferido essa semana, o Smackdown podia ganhar o tri, mas eu não gostei muito da meia hora final do show então vou ficar com o Superstars que teve três bons combates.

Show de Horrores da semana – RAW

Eu assisto o RAW semanalmente a exatos 8 anos, desde 2000. E eu nunca ví uma sequencia tão ruim de shows. A pelo menos uns 3 meses, deve ser até mais, todos os MNR são ruins. Todos, não se salva nenhum. Ruim pode ser até considerado elogio se levarmos em consideração que alguns são medonhos, péssimos, bizarros, horrendos, patéticos, pifios…

... é o Miz tá de volta!

... é o Miz tá de volta!

Combate da semana – El Generico vs Davey Richards

Você deve estar pensando: Que louco, essa porra foi semana passada. Ele nem colocou a ROH no resumo. Sim, tudo isso é verdade, mas, acontece que foi o ultimo programa da ROH, antes de ser transferido de horario. Além disso eu só assisti essa porra na terça e também a partir de semana que vem a ROH também estará nos resumos, outra coisa é eu que mando nessa porra. Esse Davey Richards é muito bom. Me lembra wrestlers como Dinamite Kid, Chris Benoit, Davey Boy Smith, não é pelo tanto de bomba que provavelmente ele toma não. É pelo look e pelo estilo técnico mesmo. E o El Generico é divertidasso. Para um show semanal foi um combate muito bom e com um ótimo brawl no final, para fechar o show, como deve ser feito… Viu pessoal da TNA?

Eu digitei Davey Richards vs El Generico no Google Images e apareceu essa foto.

Eu digitei Davey Richards vs El Generico no Google Images e apareceu essa foto.

Galhofa da semana – Mark Henry e Hornswoggle vs Cody Rhodes e Ted DiBiase

Eu sempre evito eleger como pior combate da semana, algum combate que envolva o Hornswoggle, porque seria óbvio demais. Eles estariam aqui todas as semanas. O problema é: A Legacy vai enfrentar a DX no Summerslam, logo supõe-se que eles precisam estar over pra isso. Então vamos coloca-los para enfrentar um anão. Tudo bem tinha uma bola de natal gigante lá também. Mas então porque não fazer o pin no Henry? Mas não, o cara tinha que bater no anão. Agora eles são foda, estão a altura de enfrentar Shawn Michaels e Triple H no Summerslam. Conte-me mais.

Lutador da Semana – CM Punk

Punk está fazendo um grande trabalho no Smackdown. Usando essa faceta de defensor da moral meio psicótico. Fazendo discursos chatissimos todas as sexta feiras. Aliás, vocês que acham chato o Punk ficar repetindo o mesmo discurso em todos os Smackdown’s saibam de uma coisa, a intenção é justamente essa. Punk quer irritar, quer ser odiado, quer que as pessoas desejem que aquele discurso chato seja interrompido antes que comecem os suicidios, Punk quer que as pessoas odeiem o discurso dele e não se indentifiquem com aquilo. E ele está conseguindo, é ele quem está conduzindo essa feud que pode ser a ultima de seu adversario Jeff Hardy. Ele podia dar uma aula de como causar ódio para o Samoa Joe.

Se quiser eu te ensino a ser heel!

Se quiser eu te ensino a ser heel!

Batista da semana – Kurt Angle

Não tem como passar em branco a pataquada do American Hero. Não vou nem falar do fato dele pegar a Rakha-Kan sem precisar de nenhum embelazador etilico. Essas coisas que vem acontecendo na vida do Angle, toda essa guerra, com o Jarret, com a ex-mulher, ser pego com seringas, com remédios, com a Rhaka-Kan, não tem como isso acabar bem, não tem mesmo. O Angle está precisando de umas férias, esfriar a cabeça e guardar os remédios em casa, não no carro.

Largue as drogas Kurt!

Largue as drogas Kurt!

Spot da semana

O Spot da semana aconteceu no WWE Superstars. Um backstabble de Carlitos em Kofi kingston, com o Jamaicano no top turnbuckle. nada muito perigoso, mas visualmente muito bem executado.

Mickie James participou do combate em que ocorreu o spot!

Mickie James participou do combate em que ocorreu o spot!

Pra finalizar, no Impact dessa semana a Tara (Victória) tentou um spot em que saltava do top turnbuckle em cima das Beautiful People. Ela botchou o salto, acabou não sendo pega corretamente e bateu com a cabeça. Até aí normal. O problema é que os editores do Impact acharam por bem mostrar o replay e os comentaristas resolveram dar destaque à pancada que a coitada levou na cabeça. Até aonde eu sei não se dá destaque a um erro, o melhor é procurar um ângulo que ele não seja visualizado novamente, muito menos citar o erro depois.

Esse resumo é dedicado ao Portal da Luta Livre, que também gera material para o UN.

Quem será hein? Mistério muito bem guardado no post!

Quem será hein? Mistério muito bem guardado no post!

Resumão do Noobão nº 2

agosto 8, 2009

Voltamos para mais um resumo da semana. Semana essa onde não ocorreram PPV’s e nenhum evento importante na luta-livre americana. O que diminui o meu trabalho afinal…

Monday Night RAW

O RAW dessa semana teve como “Guest Rost” Jeremy Piven. E quem é Jeremy Piven? Um ator de segunda linha, que fez alguns filmes de segunda linha e que está lançando um filme que provavelmente é de segunda linha. Para ajuda-lo na tarefa de nos irritar ele levou um japonês de segunda linha chamado Dr. Ken. Que também está no seu filme de segunda linha.

O show não seria assim tão ruim, mas todos os aspéctos negativos ficaram por conta das incursões do guest rost. No segmento inicial o cidadão chama Summerslam de Summerfest, além do japonês maldito que não parava de fazer gestos, pular de um lado para o outro, fazer cara de idiota. Tivemos também Triple H que na semana passada prometeu cortar o rabo do cachorro, mas apanhou do rabo e não conseguiu vencer os Legacy. Inicialmente é muito bom para os filhinhos de papai, mas se o que está se desenhando realmente acontecer. A volta da DX. O processo de naufragio da Legacy é iminente e aí nos livramos desses caras. O Swagger deu um squash no Bourne pra se vingar, tivemos aquele combate tipico de divas, Carlito venceu seu irmão primo e Chavo Guerrero enfrentou Mark-Swoggle ou coisa parecida. O que o cara não se presta a fazer pra garantir o salario no fim do mês… E eu não estou falando do Chavo. Tivemos também um combate pelo U.S Championship, Kofi Kingston vs Big Show, totalmente fora de hora. E no main event, uma lumberjack match terrivel, com uma participação ampla, efetiva e totalmente sem graça de Jeremy Piven e seu japonês de estimação. Dizem que o Mcmahon se divertiu pacas assistindo aquilo. Vocês precisam ver a minha tia peidando de rir do Zorra Total.

Guest rost pronto para o Summerfest

Guest rost pronto para o Summerfest

Algumas imagens falam por sí só

Algumas imagens falam por sí só

ECW on Syfy

O show da ECW essa semana teve como evento principal uma championship match. É claro que foi pelo ECW Championship que é o unico cinturão que tem por lá.

Fora isso tivemos mais um segmento chatissimo do Abraham Lincoln. Dessa vez com participação de Shelton Benjamin e Zack Ryder. Recheado de piadas sem graça e constragedoras. Kozlov e Ezekiel Jackson continuam namorando. E Sheamus combateu Goldust mais uma vez, onde levou a vitória e tomou uma surra no final. Talvez uma mudança de atitude do Goldust que não vai levar a nada. E o main event, um combate extreme rules, bem disputado, mas que é sempre a mesma coisa, kendo stick, lata de lixo e Dreamer perde. Destaque para o uso de uma porta de carro trazida por Christian e um carrinho de cachorro quente, trazida por Dreamer. Não deu tempo do Tommy reabastecer e ele teve que levar o carrinho junto. Não é atoa que tá pançudo daquele jeito.

Caso o Vince me mande embora eu já tenho pra onde correr

Caso o Vince me mande embora eu já tenho pra onde correr

TNA Impact

Welcome to Impact is War!

Após assistir o Impact essa semana eu conclui uma coisa: Vince Russo ainda está nos anos 90. Ele ainda escreve os mesmos textos, os mesmos segmentos que escrevia nos anos de ouro do wrestling. Stables se degladiando em busca de poder, brawls pelos bastidores, envolvimento da policia, promos de revolta ao dominio americano, atacando o modo de vida do americano. Tudo está lá. Mas hoje, em 2009, tudo isso soa datado demais. Ver aquele ringue cheio de gente, cheio de integrantes da MEM e da World Elite só nos remete aos anos 90. Comida requentada, é terrivel saber que não há novas idéias, apenas reciclagem. Deem uma olhada nas promos do canadense Bret Hart e a nova Hart Foundation em 97 e depois as promos dos canadenses dos Un-Americans em 2002 e depois vejam o que diz o canadense Eric Young nos ultimos Impacts. É uma terrivel falta de imaginação.

Fora isso, nada de especial. Matt Morgan venceu o segundo combate da melhor de três, empatando o jogo. Um combate de Knockouts qualquer que eu nem me lembro mais, um combate de tags onde Booker T, Scott Steiner e a British Invasion venceram Beer Money e o Team 3D. E o main event com o retorno de Sting aos combates, vencendo facilmente Brutus Magnus. Aliás, main event bem patético, só não foi pior que o do RAW.

Não gostou do Impact? Toma!

Não gostou do Impact? Toma!

WWE Superstars

O nosso programa de três combates, teve três combates.

Os combates cairam um pouco em relação à semana passada. Santino Marela perdeu para Chris Masters. O que quer dizer que nesse caso caiu e muito. Regal e Paul Burchill venceram Tyler Reks e Yoshi Tatsu. Vejam só, se juntar as derrotas do Regal e o Burchill nem o Funaki dá conta, mas eles conseguiram. E no main event Rey Mysterio venceu Mike Knox por dq, graças a intervenção de Dolph Ziggler. Um bom combate de Big Man vs anão.

O Troll das montanhas está furioso

O Troll das montanhas está furioso

Friday Night Smackdown

Depois do ótimo show da última semana seria muito dificil manter o nivel, mas eles conseguiram.

O Smackdown dessa semana teve mais uma vez como main event uma championship match pelo titulo dos pesados. O combate não foi do mesmo nivel de semana passada, mas teve um adereço especial que foi a participação especial de Matt Hardy e sua pança saliente como enforcer. Enforcer que foi designado pelo chefão Mr Mcmahon que também fez uma participação especial. Tivemos também um combate muito bom com John Morrison vencendo Tyson Kidd, combate bom mesmo. A estréia de Slam Master J que não chamou a menor atenção do público na arena e nem a minha. Uma fatal four way valendo a chance de lutar pelo IC title no Summerslam, vencida por Dolph Ziggler. Outro ótimo combate, além de JTG que venceu Chris Jericho, para aquecer a feud pelo tag team championship. Ou seja, um show totalmente agitado, mantendo a média de bons shows do Smackdown.

Vince também prefere o Smackdown

Vince também prefere o Smackdown

Lutador da semana – John Morrison

Morrison é uma grande promessa desde que surgiu com os MNM. Cheio de recursos no ringue, superstar look, quase perfeito… Quase. Morrison tem um problema muito sério. Podia lutar mudo que não faria a menor diferença e isso em uma companhia como a WWE conta e muito. O público ainda não comprou Morrison, muito pelo fato de não ter desenvoltura com o microfone, muito pela falta de indentificação do público com a sua gimmick e aí não passa só pelo esforço de Morrison, caso a WWE não faça alguma coisa vai perder Morrison assim como perdeu Benjamin (ou alguém acha que esse ainda tem salvação?). Tirando isso, John Morrison tem a virtude de propocionar espetáculo no ringue, com manobras inovadoras, manobras de força, manobras de técnica. Novo HBK? Longe disso, mas um grande lutador.

Precisa-se de um gimmick novo urgentemente

Precisa-se de um gimmick novo urgentemente

Batista da semana – Rob Terry

Dave Batista virou sinônimo de baixa qualidade na luta-livre, por isso assim que eu ví Rob Terry no ringue logo me veio na cabeça… British Batista. O homem é terrivel, não sabe nem se mexer no ringue, ou não consegue devido a quantidade de massa muscular. O mais curioso que o Big Rob (qualquer semelhança com Big Dave talvez seja mera coincidencia) foi companheiro de Nick Nemeth na FCW. Hoje Nemeth brilhas muitcho no Smackdown como Dolph Ziggler e Rob foi chutado. Como um cara que não convenceu nem o Vince conseguiu passar no teste de qualidade da TNA? Eu não quero nem saber.

Batista que se cuide

Batista que se cuide

Combate da semana – John Morrisson vs Tyson Kidd

Mais uma vez Morrison fazendo o melhor combate da semana. Na semana passada esses dois fizeram um ótimo combate no Superstars e dessa vez conseguiram fazer melhor no Smackdown. Morrison lutando muito e Tyson não ficando atrás. Aplicou um lindo slingshot legdrop em Morrison e bonitas manobras de submissão. Morrison venceu com o starship pain, meio botchado, mas não tirou o brilho do combate.

Here comes the pain

Here comes the pain

Galhofa da semana – John Cena vs The Miz – Lumberjack match

Não vou ficar na mesma e ficar dizendo aqui que o Cena é o Super Homem. Que ele ficou preso no masterlock durante quase um minuto, foi jogado no ringue. Apanhou do Orton fora do ringue, foi jogado de novo pra dentro. Todos os lumberjacks estavam lá pra bater no Cena, todos bateram no Cena e ele derrepente se levantou deu um FU e venceu. O guest rost do RAW, Jeremy Piven deu um tempero extra ao combate, se o Miz perdesse não poderia mais lutar no RAW e estaria fora do “Summerfest”. Mas antes do combate ele se diz fã de Randy Orton, se virá contra o Cena, tenta atacar o Cena durante o combate em uma cena digna de Turma do Didi. Se pelo menos aquele japonês tivesse morrido…

Preciso ir ao banheiro

Preciso ir ao banheiro

Oras se o Piven não gosta do cena, porque fodeu com o The Miz e não com o Cenajin? Aliás o The Miz é uma grande promessa, para alguns, mas a WWE faz a questão de enterra-lo fazendo perder em alguns minutinhos do Cena. Nem com o Cena tomando um monte de porrada dos lumberjacks ele consegue segurar uns minutinhos a mais.

Nem a bengala do japa ajudou Miz e ele está fora do Summerfest

Nem a bengala do japa ajudou Miz e ele está fora do Summerfest

Spot da semana – O salto do apocalipse e Mark-Swaggle

Shows semanais geralmente não nos proporcionam grandes spots, ou manobras perigosas. Os lutadores de grandes federações geralmente guardam essas coisas para os PPV’s. Mas Mark Henry em um momento de loucura, talvez levado pela empolgação de usar um macacão vermelho usou toda a sua agilidade para tentar causar um terremoto e destruir a arena. Felizmente não conseguiu, mas causou pânico.

Run for your life

Run for your life

Show da semana – Smackdown

Como eu disse acima, o Smackdown manteve a média de bons shows e como os outros mantiveram a média também, não teve como superar o SD. Por isso não tem muito o que escrever. O Smackdown mantém o lugar no pódio.

Show de horrores da semana – Monday Night RAW

Show de horrores é o melhor termo para o RAW dessa semana. Japonês maluco que chupa chupeta. Mark Henry vestido de enfeite de natal. Triple H pedindo arrego e ajuda. E um main event dos piores, superou qualquer baixa expectativa. Meus parabéns!

PS: Em um programa PG imagino que seja proibido dizer palavrões, ainda mais quando o show é ao vivo. Talvez seja por isso que o Abraham Washington na terça feira conseguiu manter o seu emprego emendando um “My black assssurreal”. Essa foi por pouco.

PS 2: Se alguém percebeu que eu não citei que o Khali enfrentou o Ricky Ortiz no Smackdown e ainda por cima o Kane sequestrou o mannager do Punjabi Playboy. Saibam que foi intencional, eu não queria queimar o filme do Smackdown.

Black assssurreal????

Black assssurreal????

O Expert – Capitulo 8

agosto 6, 2009

Depois de um tempo em hiato voltamos para mais um capitulo da saga “O Expert”. Hoje trataremos de uma espécie complexa, um tipo de fã de luta-livre muito comum na nossa IWC. O expert saudosista.

Vamos falar de saudosismo!

Vamos falar de saudosismo!

É estranho falar de saudosismo em nosso meio, afinal a maioria dos fãs brasileiros começaram a acompanhar luta-livre a partir da exibição do SBT e é aí que a coisa fica estranha realmente. Como você pode sentir saudades de algo que não viveu?

Hoje com uma boa banda de internet você pode ir a algum site ou fórum e baixar coisas antigas, coisas dos anos 80, 90, começo de 2000 e perceber que as coisas eram diferentes. Havia a velha ECW, WCW e a WWF. Você pode até se tornar um fã dessas coisas antigas, passar à assistir apenas isso, deixar a WWE pra lá, ou até desejar que aconteça um salto de qualidade que faça com que as coisas fiquem próximas ao que era no passado. Mas o expert saudosista vai além disso, ele passa à viver a coisa como se fosse o Michel Serdan, como se um dia realmente tivesse estado lá, vivido aquilo, como se passasse a fazer parte do contexto.

Saudades da WWF!

Saudades da WWF!

O saudosista mais comum é o fã da WWE, porque é óbvio que a empresa já viveu momentos melhores em termos de qualidade. O cara logo descobre isso ao fazer uma pesquisa rápida. A partir dai ele passa a odiar a atual WWE, se tornar também um expert em Attitude Era. O cara passa a ignorar o fato de que a unica coisa que ele pode viver realmente é a WWE atual. Que é a chance dele acompanhar o desenvolvimento de uma Wrestlemania, que a Wrestlemania X7 foi em 2001 e ele devia ter uns seis anos de idade.

Saudades do hardcore championship, cruiserweight, lightheavyweight, european championship… O cara começa a sentir saudade de tudo que já acabou. É um nivel de saudade que chega a ser doentio.

Tem também o saudoso pela Old ECW, o cara tem uma puta saudade do verdadeiro extreme, o HARDCORE CARALHO. Tem gente que tem saudades até da WCW, AWA e qualquer outra federação que tenha ido pro limbo e ele não acompanhou. Mas o youtube está aí, não para matar saudades e sim para desenvolve-la.

Antigo fã adolescente da ECW.

Antigo fã adolescente da ECW.

O termo que você mais se depara hoje em dia é “saudade”. O Expert sente saudade de tudo. Sente saudades da Attitude Era, mesmo não tendo acompanhado, saudades do The Rock, mesmo sabendo da sua existencia no Escorpião Rei, sente saudades do Stone Cold, mesmo vendo ele pela primeira vez barrigudo, dando Stunner no Santino Marella. O Expert saudosista as vezes parece aquele cara de 20 anos que resolve virar cover do Elvis Presley.

Saudade palavra trista,q uando se perde um grande amoooooooorrrrrrr

Saudade palavra triste, quando se perde um grande amoooooooorrrrrrr

O expert saudosista odeia o fato dos programas da WWE terem sido reclassificados para PG. Mesmo que a média de idade das comunidades oficiais seja de 13 anos. Ele também acredita que hoje em dia o Vince Mcmahon não ama mais o wrestling e só pensa no dinheiro… Tá, antes era o contrario então.

Expert revoltado com as crianças!

Expert revoltado com as crianças!

Outra característica é muito marcante em um expert saudosista: Ele ama retorno de wrestlers. Ele quer que todos os lutadores antigos que ele não viu, mas tem saudades retornem. Mesmo que esse retorno não acrescente em nada. Qualquer coisa que envolva a palavra volta é bem vinda…

A volta da DX, da Evolution, da NWO, do The Rock, do Stone Cold Steve Austin, do Undertaker Biker, da WWE no SBT… Falou em alguém ou algo voltar é bem vindo. O desespero faz nego sentir falta até do Boogeyman, isso é grave, é a hora que o cara tem que pensar em se tratar.

Expert louco com saudades do Boogeyman!

Expert louco com saudades do Boogeyman!

Todo mundo adora histórias, principalmente as bem contadas, você começa a vive-las, visualiza-las, sente aquela pontinha de inveja. Mas é importante que você viva o hoje, porque no futuro é você quem vai contar a história e aí você vai valoriza-la de uma forma que a torna mais saborosa.

O presente um dia entrará para história.

O presente um dia entrará para história.

Então um conselho a você que é um expert saudosista, aprenda com o passado e viva o hoje, aprecie. Senão daqui a pouco você vai estar em um nível de saudosismo que vai passar a sentir tesão na Yoná Magalhães e isso é um estado gravissimo.

Fã saudoso(tarado) da Yoná Magalhães

Fã saudoso(tarado) da Yoná Magalhães

A musa brincando na praia!!!

A musa brincando na praia!!!

Crônica do Mark – A verdadeira história de HHH (Parte 2)

agosto 3, 2009

Olá noobs, voltei para contar asegunda parte da história de um dos mais populares lutadores da WWE. The Game, HHH. Na primeira parte, que você pode ler aqui, eu contei o começo da tragetória obscura desse cidadão. Agora continuaremos a contar como ele fincou seu nome na história da luta-livre e como ele passou a fincar na filha do dono da WWE.

Stephanie McMahon. A filha do Homem, a mulher do Câncer, a Gostosa

Stephanie McMahon. A filha do Homem, a mulher do Câncer, a Gostosa

O resultado do casamento foi instantâneo e mais uma vítima do câncer levesquiano ficou conhecida. Após uma Hell in a Cell, Mick Foley foi derrotado e obrigado a se aposentar. Neste meio tempo, a Attitude Era estava em alta e novos ídolos surgiram no esporte, sendo Stone Cold Steve Austin e The Rock os principais. Com alcunhas como “The Game” (porque ele era o “dono da bola”) e “Cerebral Assassin” (porque Owen Hart caiu de cabeça no turnbuckle), Triple H fazia os maiorais se ajoelharem perante seu domínio. Como exemplo, em uma feud com Austin, Triple H o forçou a se retirar para fazer uma cirurgia no pescoço, mesmo contra a vontade de Stone Cold. Triple H ainda tentou fazer Undertaker perder para ele na Wrestlemania XVII, mas mudou de idéia após ter o pé puxado durante as duas noites anteriores. Ele tentou, ainda, fazer com que Chris Jericho fosse sua próxima putinha. Mas acabou rompendo o quadríceps e teve que passar por cirurgia. Este episódio fez mais uma vítima: Attitude Era. Foi o fim da época da WWF em que não havia luta ruim, ângulo ruim, personagem sem graça. Foi o fim da melhor época do pro-wrestling mundial em todos os tempos e tudo por culpa de quem? Triple H!

Quando uma mulher quer segurar um homem ou garantir a poupança, ela dá o famoso “Golpe da Barriga”, certo? Quando é homem, o negócio é mais difícil, pois você tem que forjar a gravidez de sua mulher. E foi isso que Triple H fez. Ele disse a Stephanie que ela estava grávida e, com isso, conseguiu voltar da contusão direto para o Undisputed Champion no Wrestlemania 18.

E ele levantou o título mais uma vez…

E ele levantou o título mais uma vez…

Após este retorno glorioso, Triple H quis atacar outro desafeto: Hulk Hogan. Ele conseguiu, com a ajuda de Eric Bischoff, roubar o cinturão do WCW do Real American. Ninguém sabe que fim levou este cinturão. Era hora de Triple H continuar seu rumo e foi aí que ele conheceu Ric Flair. O Nature Boy lhe apresentou dois jovens que seriam o futuro da empresa, quais sejam, Batista e Randy Orton. Nascia a stable Evolution, que começou a pegar tudo o que havia de bom na WWE de 2003 e 2004. Neste período, Triple H voltou a colocar seu nome na histórias, às custas dos outros, pois foi em 2004 que ele fez, contra Chris Benoit e Shawn Michaels, uma das maiores lutas da história do Wrestlemania, na opinião de alguns noobs por aí afora.

Após perder o Royal Rumble de 2006, Triple H resolveu que a nova fórmula não estava dando certo e era hora de tentar a antiga. Foi o retorno da DX. Eles conseguiram derrotar a Spirit Squad, que tinha 5 membros, contra apenas 2. Depois disso, a Spirit Squad foi desaparecendo aos poucos e alguns juram que, hoje, eles lavam carros em South Beach. Triple H voltou a arrebentar o quadríceps durante uma feud entre a DX e a Rated RKO e teve que parar novamente. Esta contusão resultou em mais uma demissão e Eric Bischoff que foi procurar Hulk Hogan na fila do INSS.

Dizem as mais linguas que na verdade não houve contusão alguma, HHH queria mesmo um pouco de tempo para fazer novas conspirações. Um exemplo foi o envio de um espião para a empresa concorrente da WWE, a TNA. Cogita-se que esse homem seria Vince Russo.

Vince Russo, suposto espião de HHH.

Vince Russo, suposto espião de HHH.

Na próxima edição de Crônica do Mark, se o Kwellada permitir eu contarei o fim dessa história. Como HHH com seus estratagemas continua dominando o cenario da WWE, da luta-livre mundial e como ele tirou a WWE do SBT.