Archive for maio \27\UTC 2010

O Poposa Responde

maio 27, 2010

E aí seus trouxas que perdem o tempo lendo essa merda de blog, trago a vocês mais uma super-atração. O Poposa Responde.

Nesse quadro juntarei as duvidas que mais chegam em minha caixa de email e responderei as que eu quiser e se você filho de uma puta não gostar da resposta eu quero que você se foda.

Ferdegundo Vieira Sant’Anna pergunta: Poposa o que você achou do ultimo PPV da WWE, o Over The Limit?

Como assim o ultimo seu filho de uma puta? A WWE vai continuar transmitindo PPV’s seu idiota de merda.

Zeferino Magdejano de Oliveira pergunta: Poposa você não acha que a WWE poderia voltar com o hardcore em suas lutas?

Claro que sim, poderíamos ter dupla penetrações, fisting, violação anal e gozada na garganta… Isso tudo com a sua irmã, seu bosta.

Ruanita Pubiana pergunta: Poposa quando você vai me pagar os dez reais que me deve?

E você? Quando vai me pagar aquele boquete?

Marcondes Tibiriça pergunta: Poposa o que você acha daquele blog tosco que tenta imitar o Universo Noob?

O cara tem que ser muito fracassado pra ficar imitando uma merda dessas aqui. São uns putos de merda mesmo, vão todos se fuder.

Jurandir Barra Mansa pergunta: Poposa por onde anda o Colt Cabana?

Anda comendo a sua irmã seu viadinho.

Markondes Crônico pergunta: Poposa o que você achou da volta da TNA para as quintas feiras?

Por mim podia parar de passar aquele lixo que não ia fazer a menor diferença. Se você deixar de existir também não vai me fazer a menor diferença?

Jack Swagger pergunta: Poposinha meu lindo, quando você vai vir buscar aquela cueca que você deixou aqui? Ela ainda tá lá pendurada no Box.

Vai se fuder viado de merda.

Manoel Aquino pergunta: Poposa tu assiste o novo programa do GDR e o que tu achou ora pois?

Eu assisti sim e pra mim é o maior programa de luta livre do mundo, muito melhor que essas porcarias gringas que surgem por aí. Esses filhos da puta não dão valor à luta livre nacional, só querem assistir aquelas merdas gringas que nos exploram desde que éramos uma colônia portuguesa. Aliás, vai tomar no seu cu seu português de merda, enfia o bigode no cu e cheira.

Marquinhos Amarelo pergunta: Poposa seu viadinho, você já aprendeu a desenhar ou fazer alguma piada que preste?

Já. Aprendi com a puta da sua mãe, seu bosta.

Machado de Assis pergunta: Poposa o que você achou do Bret Hart como campeão americano?

Achei uma bosta, alguém tem que internar aquele velho reumático… Que coisa ridícula, aquele bosta tão acabado que foi subir no corner e quase caiu. Vai tomar no olho do cu dele.

Igor Ananias pergunta: Poposa porque você não vai tomar no seu cu?

Cu não se toma, se come, vem pra cá que eu to com fome.

Bem pessoal, é isso aí, espero que todos tenham gostado e se quiserem fazer alguma pergunta aproveitem o espaço para comentários. Se eu estiver afim eu respondo, se eu não estiver que se fodam. Achou ruim pega eu.

Grandes Momentos Noobs – Edição 2

maio 27, 2010

Olá colegas, voltamos com mais um post da série Grandes Momentos Noob, que também pode ser traduzido para: Sem tempo para postar algo inédito.

Apesar da nossa grande vocação para sermos escrotos o que chamava mais atenção no inicio do Universo Noob não era o fato de tirar sarro de outros blogs e sim o fato de tirar sarro de tudo que era relacionado a luta-livre. Principalmente os clichês que ainda tomam conta dos fãs dessa modalidade. E foi para isso que nasceu o “Expert”, uma série de postagens que foi o principal destaque do Universo Noob no ano de 2009.

Então vamos relembrar a edição do Expert que mais deu o que falar e também a minha preferida… O Expert em luta-livre brasileira.

Olá noobs! Estamos chegando a uma data muito especial, o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Então, resolvi aproveitar a data patriótica e fazer um capítulo especial de “O Expert”, tratando de uma espécie que não é tão presente quanto às demais já destacadas, mas que também tem seu destaque. Com vocês, o Expert em Luta Livre brasileira!

Vai Brasil, carca ele!!!

Vai Brasil, carca ele!!!

O expert em luta livre brasileira pode ser de vários tipos. Começamos com os que não são propriamente fãs de luta livre, mas são experts. Estes são aqueles que falam “daquela marmelada, em que dois palhaços se fantasiam e fingem que estão brigando”. Isso faz com que os demais tipos de expert fiquem putos da vida quando ouvem falar a palavra marmelada e aqui vai um pouco de cultura que só o Universo Noob traz para você, querido leitor!
A marmelada é um purê de marmelo, cozido com açúcar em partes iguais, com o objetivo de conservar. É uma especialidade da doçaria portuguesa, sendo a mais famosa a de Odivelas (próximo a Lisboa), fabricada no antigo mosteiro pelas monjas (feminino de monge, seus ignorantes!), tendo coloração branca ou vermelha. No Brasil, a marmelada é produzida em Goiás, nos municípios de Cidade Oriental e Luziânia. Agora que você já sabe o que é marmelada, pode comer tranqüilo, sem achar que está traindo a luta livre.

Marmelada é gostoso. Pode comer sem culpa…

Marmelada é gostoso. Pode comer sem culpa…

Depois do “expert que não é expert”, passamos aos experts que realmente viram a luta livre em seus momentos áureos. O problema desses experts é que eles ou já morreram, ou estão gagás. Isso ocorre porque o auge do telecatch no Brasil foi nas décadas de 50 e 60, quando praticamente todas as emissoras de TV tinham suas equipes de luta livre. Então, se um expert deste tipo falar que foi ao Maracanã assistir a um combate valendo o título mundial, entre o campeão da WWF e o campeão brasileiro, temos que dar um desconto enorme…

3

Outro tipo de expert em luta livre brasileira é aquele que nunca viu, nem sabia que existia ou algum dia existiu luta livre no Brasil, mas descreve tudo como se tivesse estado nesta época. Estes são experts especiais, pois são aqueles que viram a WWE e resolveram migrar para outras federações, passando por TNA, ROH, japonesas, mexicanas, brigas de bar e, um belo dia, lembraram que são brasileiros. “Mas o Brasil não tem luta livre? Ah, eu lembro de vovô falando do Ted Boy Marino! Aquilo sim é que era luta livre de verdade…”. É uma coisa especial, porque o sujeito conheceu luta livre graças ao Orkut, começando pela WWE, aí a curiosidade despertou e ele resolveu procurar o Brasil neste cenário. Só que ele acaba encontrando dois lados da mesma moeda: BWF e Gigantes do Ringue. Aqui, o expert se divide.
Se ele escolheu a BWF, ele conhece os revolucionários, os que estão com idéias novas, que estão tentando reerguer a luta livre no Brasil. Este expert tem como ídolo maior Bob Jr, pela sua perseverança, por ser o homem que leva para o futuro o seu legado. Ele ama os que ainda batalham por isso, o Edgar Chiarelli, Xandão, Sônico, Rick Rogers, Cachorrão e outros. Mas a principal característica do expert em BWF é uma presente em outros tipos de experts em luta livre mundial: O ódio a Michel Serdan!

Todos contra o Homem!

Todos contra o Homem!

Michel Serdan, Antonio Aquino, “O Homem que esteve lá”, o Hulk Hogan brasileiro. Muitos são os motivos que levam uma pessoa a odiar este homem. Alguns argumentam que ele é um mentiroso, que diz que Hulk Hogan é o dono da WWE e veio ao Brasil lutar contra ele, num episódio onde pegaram um vidro, abriram e jogaram ácido na cabeça de um membro da equipe do Serdan, alem de outras histórias difíceis de se engolir. Outros odeiam o Serdan porque foi ele quem destruiu a luta livre no Brasil, mas ninguém sabe explicar por que. Simplesmente a culpa é do Serdan e pronto, o que nos leva a fazer um exercício de lógica: Se tudo de ruim no Brasil é culpa do Serdan e tudo de ruim no mundo é culpa do Triple H, Serdan é o Triple H brasileiro?

Por que tanto ódio? Serdan não tem preconceitos…

Por que tanto ódio? Serdan não tem preconceitos…

Deixando a lógica de lado e voltando ao expert que encontrou a luta livre brasileira no Orkut, aquele pode ter escolhido o lado do Gigantes do Ringue e a coisa fica muito mais simples e bonita de se ver. O expert em Gigantes do Ringue simplesmente ama Michel Serdan de paixão, pois, na visão deste expert, foi Serdan quem trouxe a WWE para o SBT, comentava com muito conhecimento e era o homem certo para comentar, pois se ele disse que já esteve lá, esteve mesmo! Além disso, Michel Serdan é o único homem que ainda tenta fazer a luta livre ser respeitada no Brasil. Ele recriou o personagem Fantomas e, com a devida autorização da WWE, usa a “música do Undertaker” e o seu jeito de entrar. Ele teve a idéia brilhante de criar um personagem chamado “Assassino de Lendas”, interpretado por seu sobrinho, Ricardo. E, ainda por cima, é um visionário, porque viu o talento de seu outro sobrinho, Kadu e transformou-o no John Cena brasileiro. Para este expert, Gigantes do Ringue é o único programa de luta livre no Brasil, talvez no mundo, e é um ótimo show, com muitas coisas interessantes acontecendo em cima de seu ringue xadrez. Este expert é tão fissurado em Michel Serdan que nem esquenta quando o GDR sai do ar de repente, sendo capaz de inventar e acreditar piamente que Serdan “saiu daquela emissora porque era pequena demais para o talento do GDR, que está negociando com uma emissora muito maior, talvez o SBT, ou quem sabe a Globo!”.

Gigantes do Ringue – A Nova Geração!

Gigantes do Ringue – A Nova Geração!

Eu deixei para o final o melhor de todos os experts, que é a maior autoridade no assunto aqui no Brasil: O expert parente de um ex lutador. Normalmente, a veracidade deste expert não pode ser atestada, já que ele aparece do nada, fala um nome de um lutador que atuou numa região do país em uma determinada década e, como ninguém são é capaz de dizer se aquele lutador realmente existiu, acabamos por acreditar que aquele expert realmente é parente do tal lutador.

gran2

Este expert se acha acima do bem e do mal e qualquer discussão que comece sobre luta livre no Brasil, ele logo coloca o nome do parente, na tentativa de encerrar a discussão. Normalmente, para ser conhecido, ele pede notícias sobre alguém de quem nunca se ouviu falar. O problema é quando encontra outra pessoa que é parente de outro grande lutador do passado e a discussão muda de rumo, passando a ser “meu pai era da equipe que tinha o fulano, o beltrano e o cicrano”, “ah, eu sei quem são fulano, beltrano e cicrano, mas meu pai sabe quem foi o cara que interpretou a Múmia em 1832, no show em Cuiabá”, “eu sei que show é esse, pois o meu pai foi quem tacou fogo nas arquibancadas, enquanto aquele personagem uruguaio tentava passar limão nos olhos do grande voador mascarado”. E a discussão vai longe, mas tão longe, que daqui a pouco os dois filhos de famosos se conhecem, são amigos de infância e por aí vai.

gran

Por fim, uma dica a você, que quer bancar este último tipo de expert. Se você tiver até 20 anos, não fale que foi seu pai, mas seu avô, o lutador famoso. Não fale que você é de São Paulo, porque seu lutador será facilmente rastreado, prefira o Sul do país ou o Nordeste. Invente nomes que usem Gran, El ou Mister ou escolha uma cidade ou região e coloque a palavra “justiceiro” ou “matador” após um nome próprio (de preferência, o seu). Exemplo: Eu sou filho do Mark, o Justiceiro de Bagé! Se a sua criatividade não estiver boa, apele para os personagens misteriosos, como a Múmia, a Caveira, Fantomas, King Kong. Fale que seu parente foi quem interpretou o personagem durante uma determinada época. Pronto, você já é um expert em luta livre nacional!
Até o próximo capítulo de O Expert!

Cortesia de quem já esteve lá

Cortesia de quem já esteve lá

*PS: Como alguns perceberão ou perceberam o artigo sofreu uma pequena alteração. Isso porque o texto foi encomendado por mim a outra pessoa. Afinal eu Kwellada não entendo bulhufas sobre o assunto mas sei que ele rende. Eu tenho já um dinheiro reservado para contratar advogados mas não quero arrumar problemas para ninguém, mas as opiniões continuam as mesmas, apesar dos que não aceitam.

Um recado para os Experts de plantão. Não se ofendam, sintam-se orgulhosos, afinal vocês fazem a nossa IWC a mais divertida de todas!

*PS 2: Caro Marcos Martins,

A internet é um local de domínio público e, tirando a hipótese de dados seus serem utilizados como sentido pejorativo, não há motivo para que isto seja enquadrado como uso indevido da imagem (não falemos em contrafação, pois não há situação de direitos autorais envolvidos).

Vou exemplificar: Você disse que sua mulher está na foto com você. Seria o caso de alguém destacar a foto de sua mulher da foto e fazer um perfil, usando de termos pejorativos para qualificá-la. Ou mesmo você, junto com ela, alguém utilizar esta foto para fazer com que os dois fossem ridicularizados.

A postagem neste espaço foi utilizada da forma como você descreveu, sem nenhuma alteração e sem o intuito de fazer com que você seja injuriado perante aqueles que acessarem este blog. Ao contrário, trata-se de brincadeiras que não utilizam termos chulos para desqualificar aqueles que aqui aparecem.

Pedimos perdão caso você tenha se sentido ofendido pela publicação, mas reiteramos que as palavras em questão foram retiradas, na íntegra, de uma publicação sua na internet, ou seja, de domínio público, podendo ser reproduzida em qualquer outro espaço.

No caso dos nomes envolvidos, da filha do lutador e do lutador em questão, não foram utilizados sem autorização, como você alega. Assim como já descrito acima, você mesmo os publicou na internet e não há que se pedir autorização para citá-los.

Fazemos estes comentários sem qualquer interesse em criar um conflito para você e os outros envolvidos, até porque sabemos que a situação não é muito boa entre você e a filha do lutador. O intuito deste blog não é criar conflitos pela comunidade afora.

Atenciosamente,

Corpo Jurídico do Universo Noob.

Estamos prontos para esclarecer qualquer duvida.

Estamos prontos para esclarecer qualquer duvida.

Grandes Momentos Noob – Edição 1

maio 21, 2010

Olá colegas noobs.

Quando eu me dei conta que se aproximava a data do UN completar um ano de existência comecei a pensar no que fazer para comemorar esta data querida. Então concluí que a forma mais Universo Noob de fazer isso era ignorar a data completamente. Mas não agüentei e resolvi escrever alguma coisa “especial”.

O Universo Noob [OFICIAL] nasceu no dia 12 de maio de 2009 e foi praticamente um insight, pois assim que a idéia me surgiu ela foi executada. Ou seja, eu não tinha a mínima idéia do que estava fazendo, ou no que esse blog ia dar. A idéia é que ele fosse uma piada interna da comunidade WW BRASIL, pois na própria comunidade já existia um tópico de pérolas e reunir essas pérolas em um blog parecia mais interessante.

A história da brincadeira interna não durou muito, pois logo o UN já estava correndo por outros lugares, e irritando pessoas por aí. Oras a intenção do Universo Noob nunca foi irritar ninguém (talvez umas duas pessoas só) nem humilhar (talvez um ou dois), muito menos prejudicar o trabalho das pessoas (aquelas que realmente fazem um trabalho decente). Aqui no Universo Noob a intenção é apenas rir e fazer com que as pessoas riam junto conosco. Ninguém é nosso inimigo (ok, alguns são) ou vitimas (hehehe). Sabe aquele seu amigo que andando pela rua, escorrega em uma poça de lama e você vai rindo dele até em casa? É assim que eu considero as pessoas que acabam caindo no UN… Amigos que se borraram (não era bem isso…).

Nesse 1 ano de vida colecionamos verdadeiras pérolas da noobagem nacional e eu queria a partir daqui destacar essas pérolas. A partir de hoje eu vou re-postar algumas dessas pérolas, afinal algumas pessoas que não tiveram o desprazer de freqüentar o blog no inicio acabam por não ter acesso a algumas barbaridades.

A que eu reviverei hoje e é uma das minhas preferidas foi a aparição por aqui da turma da GLMPV, pessoinhas pequenininhas que se divertiam em seus quintais bem antes dos retardados da Brazfest.

GLMPV. A WWE brasileira!

Quando eu era pivete eu costumava imitar meus ídolos. Junto aos meus amigos passávamos oras fingindo ser Luke Skywalker, Hans Solo, Lando Calrissian, Darth Vader… Etc. Na verdade passávamos mais tempo discutindo quem era quem. Naquela época não tínhamos internet, logo não publicávamos as nossas brincadeiras para todos verem. Aliás, quando aparecia alguém estranho sempre tentávamos disfarçar, mesmo que estivéssemos com cabos de vassouras em mãos, ou toalhas enroladas em volta do pescoço.

Mas tudo não passava de brincadeiras e tínhamos consciência disso.

Hoje em dia é diferente, com a internet, até brincadeiras de fundo de quintal viraram coisas de domínio público. No caso do wrestling uma coisa que já existe há muito tempo ficou muito mais evidenciado, o backyard wrestling. Hoje em dia ficou muito fácil divulgar a “luta livre no quintal”, com o youtube então você pode postar seus vídeos se quebrando em colchões, em ringues improvisados. Alguns gostam, outros não. Alguns têm qualidade, a maioria não. Ou você pode simplesmente fazer um blog e usá-lo para divulgar a sua federação de luta. Como fizeram os nossos amigos da GLMPV.

Eu não sei que raio significa isso e não me arrisco. Mas olhando apenas os poucos posts que estão no blog da “federação” eu me arrisco a dizer que temos no Brasil a pior fed de Backyard Wrestling do mundo!

O Fantastico Gois Mystério!

O Fantastico Gois Mystério!

Vejam só o Gois Mystério, até agora o maior mistério é descobrir que pose é essa para a foto. Mas o que mais me chama a atenção é a idade do pivete. Convenhamos, um menino de 7 anos devia ficar assistindo luta livre pra depois querer dar uma de lutador?

Agora dêem uma olhada na descrição que fazem do Gois Mystério!

Muleque forte!!!

Muleque forte!!!

Prestem a atenção nesse guri, pra ter essa força toda, ou ele tem algum tipo de poder sobrenatural ou a mãe dele entope ele de Biotônico.

Mas não para por aí.

... Ninguém tem nada a declarar sobre esse!

... Ninguém tem nada a declarar sobre esse!

Vai nessa filhão!!!

Vai nessa filhão!!!

O meninão quebra o braço e não aprende. Vai ter que quebrar o que agora?

Você não mi ve...

Você não mi ve...

Esse menino tá com tanta vontade de voar que ainda vai dar merda!

Agora tentando falar um pouquinho sério…

Não consigo!

Esse post é um oferecimento da comunidade WWE – Bob Vam Dame!

Boa champ!

Boa champ!

Agradecimentos ao Raphael Thadeu do PLL e também colaborador aqui do Universo Noob.

Coluna do Swagger – Edição 2

maio 14, 2010

Olá noobinhos mais linduxos do universo, olha só quem voltou. O vosso querido colunista de língua presa e olhar desconfiado. Estou em-pol-ga-dis-si-mo com o aniversario do nosso bloguinho. Pena que o Kwelladinha não quer bancar uma festinha, mas eu e o Rocha da WW BRASIL vamos fazer uma particular. Me liga gato.

Mas eu não estou aqui para falar sobre isso, eu quero dessa vez fazer uma recomendação, indicar um blog para os meus noobezinhos gostosinhos.

O nome do blog é Pior da Luta Livre, ou PLL para os íntimos, assim como o site do meu fofinho gostosinho Marcos Amaral. Mas o Pior da Luta Livre é uma sátira, eles se propõem a fazer a mesma coisa que nós aqui do Universo Noob tirar sarrinho dos outros. Mas eu sinceramente acho que essas fofurinhas são bem melhores que nós, porque eles além de tirar sarrinho ainda participam da piada juntos.

Quando o Kwellzinho me contratou ele me falou uma coisa: “Swagger aqui a parada é a seguinte, a gente tira sarro, mas se a gente errar é a gente que se fode”. Aiiiiiiii eu senti um calafrio na espinha e pensei em errar toda hora, mas não era bem nesse sentido que o patrãozito estava querendo dizer. O pessoal lá no Pior da Luta Livre, por exemplo, aponta os erros e depois mostra a forma como não deve se fazer.

Eu tenho posto aqui atrás... Aí delicia!

Bem, realmente não tem muitos erros no post do blog que está sendo zuado, mas tem um monte no post do PLL falso.

Eu sou um cara alternativo que aceita todas as formas de expressar o amor, principalmente o 69 e jumento giratório. Por isso eu odeio o preconceito.

No Pior da Luta Livre eles também abordam este assunto.

Se os emos são uma raça, onde será que eles se originaram? No continente emorróido?

No Pior da Luta Livre eles dão ótimas aulas de português

O Pasquale meteu o pau, mas foi ele que se borrou.

Um blog só sobrevive com uma equipe bem unida, tipo eu e o meu chefinho Kwelladinha. E é por isso que o Pior da Luta Livre é um sucesso.

Se eles conferissem a escrita unidos seria uma delicia.

Eles fazem descobertas incriveis…

Eles até descobriram um cu no lugar errado


.
Fazem perguntas pertinentes…

É Mick...

E no fim eles ainda homenageiam o delicioso dono do nosso bloguezinho.

Aí manda eu, manda eu analfabetinho funcional delicia.

Então gentem, tá ai um bloguizinho chupetinha pra vocês apreciarem, eu já aprecio chupeta a tempos.

Voltando aos parabéns ao nosso UN, o blog mais delicia do Brasil, parabéns a toda equipe e principalmente pra mim que além de colunista, sou campeão do mundo e massagista do João Noobão, me liga gato.

Shelton volta logo, tô com saudades da sua pacoteira.

Especial – Por Fora do Negócio

maio 12, 2010

Olá colegas noobs, o Mark já iniciou a série de posts especiais de aniversario de um ano do Universo Noob [OFICIAL] entrevistando a si mesmo. Dessa vez teremos algo mais especial ainda, pois quem escreveu o texto que será publicado não é um dos colaboradores do UN, nem ao menos é um fã de luta – livre, minha esposa Maria Salete Horns Gonçalves. Salete é formada em gastronomia e odeia luta-livre. Logo ninguém melhor que para dar uma visão externa sobre o mundo da luta-livre, o que pensam os pobres leigos sobre nós, os fanáticos por esta porra.

Antes de tudo preciso me apresentar, meu nome é Salete Horns e já sou um pouco conhecida na comunidade de luta – livre ao qual pertence meu esposo Jefferson Gonçalves, o Kwellada-kid. Ele vive me elogiando para seus amigos fãs de lucha.

Bem, eu não sou só uma leiga no assunto luta – livre, eu sou uma leiga que odeia luta – livre. É verdade, esse negócio de luta – livre me enerva e me confunde. Como uma pessoa com mais de 13 anos de idade e em sã consciência pode gostar disto? Meu marido, um profissional bem sucedido, com conhecimento em várias áreas perde horas de seu dia vendo homens de colant e sunga tomando porrada e ricocheteando em cordas. E eu não estou falando só do meu querido esposo, mas sim de outros milhões na mesma condição que ele.

E não digam que eu não tentei que estou de marcação, pois eu até já fui a shows, assisti na tv ao lado de meu esposo e filho. Enquanto os dois assistiam agitados, tinham diversas reações a cada minuto, eu ficava cada vez mais aborrecida.

Dizem que aqueles trolos se batem de mentira e eu em duas horas fiquei achando que era tudo de verdade, enquanto os dois me achavam uma idiota. Mas espera aí… Se for de mentira, porque eles assistem? Eu conheci o Jefferson em 99 e quando fui à sua casa pela primeira vez me deparei com o pôster de um cara musculoso e sem camisa em seu quarto. Até então pra mim isso era coisa de trolo, mas parece que é coisa de fã de luta livre. Porque eles compram camisas com as fotos desses homens e colocam fotos desses caras nos seus perfis do orkut. Outra coisa que eu achei muito estranho é que eles não gostam de ver mulheres lutando, quando eu fui ao show ao vivo com meu marido, muitos homens saíram assim que as moças começaram a lutar e o ginásio ficou em silencio como se ninguém estivesse realmente lutando. Meu filho disse que as mulheres não lutam tão bem como os homens. Mas espera aí… Se eles não lutam de verdade que diferença isso faz? Tudo bem que todas têm cara de atrizes pornô, mas é uma surpresa pra mim que alguém realmente se importe com as lutas.

Agora o que eu acho impressionante mesmo são os lutadores, não é isso que vocês estão pensando, apesar de que a maioria são homens impressionantes (meu esposo vai acabar cortando essa parte). Mas vejam bem, o que leva um cara a seguir essa profissão? O cara deve ganhar muito bem pra pagar um mico daqueles e pior são vocês fãs que se identificam com um cara gigante, musculoso, com o corpo cheio de óleo, sunguinha e chapinha no cabelo. E aquele que pega o martelo embaixo do ringue? Será que ele acha que fica mais macho só porque tem um martelo nas mãos? De sunga de couro fica difícil.

Uma vez meu esposo assistia uma luta em que dois caras pulavam no fogo e o público foi a loucura. Esses caras devem ganhar muito, pra se estrepar tanto só pra divertir um bando de boludos daqueles. O Jefferson mesmo ficou louco ao ver aquilo, que supostamente devia ser de mentira, mas não é, porque eles fizeram, mas combinaram. Ou seja, eles combinaram que em certo momento eles tentariam se matar para o prazer de milhares de tontos.

A grande experiência que eu tive com a luta – livre foi a de ir com meu esposo assistir um evento ao vivo, o tal Royal Rumble. Bem a coisa é realmente gigantesca e eu devo confessar que foi encantador ver milhares de pessoas, negras, pobres, latinas, judias… Unidas de forma tão abobada. A coisa é tão empolgante que em certo momento eu também estava gritando e torcendo, principalmente na hora em que a mulher que parecia o He-man jogou o cara do filme Agente 86 para fora do ringue, eu vibrei muito, porém já estava bêbada e assim não vale.

Mas enfim, pode ser a coisa mais boba do mundo, a devoção que vocês fãs tem com essa coisa é incrível e eu confesso que quando vejo meu esposo e meu filho, ou os amigos do meu esposo reunidos lá em casa gritando e erguendo suas latas de cerveja eu tenho um pouco de inveja e frustração pois não consigo entender a luta livre, e mesmo que ainda os ache um tanto que esquisitos eu tenho uma certa admiração por todos vocês fãs.

Pra terminar quero parabenizar o meu esposo Kwellada e toda a equipe do Universo Noob, ficar um ano perdendo tempo com está mierda não é para qualquer um.

Beijinhos para todos.

Salete Horns.

Crônicas do Mark – Mark Entrevista

maio 6, 2010

Olá Noobs do meu Brasil varonil, vocês sabem que o Universo Noob [OFICIAL] completa nesse mês de maio um ano. Isso mesmo, um ano de aventuras noobs. E dessa vez, para começar as comemorações dessa data tão especial eu Mark resolvi entrar na onda das entrevistas. Bem eu achei uma injustiça terem entrevistado o Manoel Serdan e o Poposa, afinal eles mal chegaram aqui no UN e já tem o seu momento de fama. Enquanto isso eu que sou o primeiro cronista do blog ainda não fui entrevistado por ninguém. Por isso nesse momento de entrevistas e injustiças eu resolvi entrevistar eu mesmo, Mark, o melhor cronista do Universo Noob[OFICIAL].

Mark: Mark me responda, como você chegou ao Universo Noob, como este blog teve o prazer de passar a contar com a sua maravilhosa colaboração?

Mark: Grande pergunta Mark, bem após ler esse blog eu percebi que ele necessitava de um cronista, alguém com opinião, raciocínio rápido e que entendia de luta livre. Mandei um email para o Kwellada me prontificando, ele pediu para que eu enviasse um texto. Eu mandei e ele disse que eu era doido. Depois disso o texto que eu enviei apareceu no blog. O Kwellada alegou que foi por engano e que ele pretendia era publicar uma receita de repolho recheado no blog. Bem como eu ameacei processá-lo e tirar o UN do ar ele me integrou à equipe.

Mark:Os leitores do UN não foram muito com a sua cara no inicio, diziam que você dava uma de entendido, mas na verdade era um noob. Como você se sente quanto a isso?

Mark: Coisa de invejosos, mas eu compreendo a inveja desses caras.

Mark: Você acha que eles queriam estar no seu lugar?

Mark: Não, eles tem inveja da minha inteligência mesmo.

Mark: Você é pago pelo Kwellada, ou você faz isso por amor?

Mark: Eu faço por amor, não recebo nada, apenas uma ajuda de custo.

Mark: Quanto?

Mark: Dois reais pra pagar a Lan House.

Mark: Você não tem computador?

Mark: Não, eu joguei ele no chão quando o John Cena perdeu o titulo para o Batista no Elimination Chamber.

Mark: Eu queria falar um pouco sobre isso Mark. Todos sabemos que você é muito fã do John Cena. Fale um pouco disso para nós.

Mark: Eu fico até um pouco emocionado ao falar sobre isso. O Cena é com certeza o maior lutador de todos os tempos. Todas as vezes que eu escuto o inicio de sua musica eu fico emocionado, todos os pelos do meu corpo se arrepiam, até um único que eu tenho no mamilo. Eu sonho com as vitórias do Cena, eu tenho pesadelo com as derrotas. Todas as vezes que ele aplica o STFU com aqueles braços massivos eu começo a gritar igual louco.

Mark: Você não tem medo que te taxem de homossexual por conta dessa paixão?

Mark: É claro que não, homossexuais tem atração por pessoas do mesmo sexo, pra mim o Cena não é um homem, pra mim ele é um Deus e deuses não tem sexo, são criaturas acima de qualquer definição.

Mark: Fale um pouco sobre essa rivalidade entre Cena e Batista.

Mark: Eu estou escrevendo algo especial sobre isso, então vai ficar pra depois.

Mark: O que você acha de uma feud entre John Cena e The Rock.

Mark: Seria ótima, mas o The Rock obviamente tem medo de enfrentar o Cena, porque o Cena o supera em todos os quesitos. No microfone e no ringue. Seria lindo ver o Rock desistindo para o poderoso STFU.

Mark: Você gosta de algum outro esporte que não seja a luta livre?

Mark: Futebol.

Mark: Qual time você torce?

Mark: São Paulo

Mark: E tem algum jogador predileto?

Mark: O Ricky!

Mark: Vamos fazer um bate-bola rapidinho?

Mark: Claro.

Mark: Vamos lá então. Kwellada.

Mark: Ditador.

Mark: John Cena.

Mark: Deus.

Mark: Batista.

Mark: O maior traidor da história.

Mark: Dinheiro.

Mark: Não tenho.

Mark: Um sonho.

Mark: Conhecer o John Cena.

Mark: Um ator.

Mark: John Cena.

Mark: Um cantor.

Mark: John Cena.

Mark: Uma musica.

Mark: The time is now.

Mark: Uma frase.

Mark: You can’t see me.

Mark: Mark por Mark.

Mark: Um cara que ama a vida e não tá nem ai se é virgem com 38 anos.

Mark: Pra terminar manda um recado para os seus fãs.

Mark: Eu não tenho fãs.

Mark: Mark, obrigado por essa entrevista maravilhosa.

Mark: Eu que agradeço, foi ótimo e um abraço.