Archive for abril \15\UTC 2016

HOJE É SEXTA FEIRA!!!

abril 15, 2016

Is this the real life? — A.K.A. “A volta dos que não foram”

abril 15, 2016

Faaaaala, seus noobs de merda! Como é que vocês estão, seus putos?

Não, nós não morremos. Apenas saímos pra comprar cigarros. E nesses cinco anos em que saímos atrás de nosso maço de Marlboro, muita coisa aconteceu no mundo do PW.

Nossos noobs “deixaram” de serem noobs (menos alguns, como o Vampetoca, o Poposa, entre outros grandes viados da saudosa blogosfera retrô do pro-wrestling) E hoje, temos uma geração nova de noobs leite-com-pêra, adoradores de Roman Reigns, repetidores do jargão “Suplex City”, entre outros tipos.

Pra essa geração nova de noobs, que não conhecem o UN, é claro que esse artigo é algo desconhecido, que promete revolucionar os cus dessa nova garotada que toma guaraná e bate polenta, gastando água a toa no banho. Braço cansado, dor de cabeça… Sim, nós sabemos o que você passa. Já fomos como vocês um dia.

Mas, deixando essa viadagem de saudosismo à parte (sim, alguns noobs mais velhos estão chorando de nostalgia ao ler essas mal traçadas linhas,) vamos àquilo que sempre soubemos fazer de melhor nesse humilde blog: falar dele, o mito, o salvador da luta livre nacional, o patrão impiedoso do wrestling, o cabeça de piroca dos ringues: nosso amado, querido, reconhecido e sempre bem comentado Michel Serdan.

Pra quem não conhece a história de Michel Serdan, há um artigo muito bom que está encravado nos anais do UN, escrito por seu primo português, Manoel Serdan, que você pode ver clicando aqui.

Ele é dono da equipe GDR — Gogóias do Ringue — que volta hoje de sua tumba no cemitério do ostracismo, com uma promessa de “reality show” que não durou nem 10 minutos. Uma obra que mostra que a equipe de Antonio Carlos Aquino Rêgo (alter-ego de Serdan) continua viva sim, e moribunda como sempre.

reality_de_merda

Reality: Um show de dramaturgia que faz Manoel Carlos arrancar os cabelos do cu!

Mas o que mudou no GDR nesses últimos cinco anos? É claro, pequeno padawan, que a resposta é “Porra nenhuma!” Mas mesmo assim, “novos” (em sentido figurado) “talentos” (também) entraram para o plantel à disposição do nosso Paulo Cintura Cabeça de Rôla:

nino_cabeca_de_nos_todos
Nino Mercury: Considerado uma das maiores cabeças do prowrestling brasileiro, esta lenda superou a hidrocefalia desde jovem, e é um dos representantes da velha-guarda. Italiano de origem, e paraibano de sotaque, xingou Michel Serdan por tantas vezes em público que acabou se apaixonando por ele.

 

 

ninjaO Cagão Branco Ninja: Seu cosplay de Dragon Ball nos ringues já é marca registrada dessa fera, meu! Adepto da filosofia “Quebre meu pé, mas me pague um café,” tem um dos finishers mais sensacionais do prowrestling mundial: o Vôo do Cagão Branco, onde ele salta do turnbuckle, pousando o pé direito no peito de seu adversário, e o pé esquerdo no Hospital das Clínicas. Foi detentor do “Cinturão Simpatia”, como disse Serdan, em uma equipe concorrente.

 

rick


Rick “Ginecomastodontia” Roger
: Quedê ti peitinho di nenê? Quedê peitin? Aaaaaaaah… Peitin caiu? O dó, nené que dóóóóó… Rick Roger é powerlifter, uma modalidade que consiste em exercícios de agachamento, supino e levamento de fio-terra levantamento terra. De tanto levar ferro na academia, se tornou um atleta respeitado e muito querido. Quase como uma mãe. E sua mãe tem pelo na teta.

 

 

gringo
El Gringo
: A versão hipercalórica do saudoso vocalista do Motörhead também acompanhou mamãe Erundina e foi buscar novos ares no Gigantes do Ringue. É talvez um dos únicos desta lista que conhecia o prowrestling norte-americano antes de entrar pro negócio. Mesmo com todo esse background, até hoje ainda não aprendeu a dar um rolamento.

 

 

bino_rock
Bino Rock: É uruguaio. E isso é o máximo de informação relevante sobre esse lutador.

 

 

 

 

 

 

red
Red Calibre: Ex-dublê de filmes de ação homoerótica, Red é detentor de um dos melhores físicos dessa lista. Reza a lenda que depois de quebrar o pé aplicando o seu finisher, o “Red Fatal” (rebatizado depois do incidente para “Red Botinha Ortopédica,) ficou com tanta vergonha que decidiu não aparecer em um show realizado pelo seu mestre Nino Mercury. Nino xingou muito no twitter, e Red foi para o GDR antes de todos os lutadores desta lista.

 

john
O “rapper” Mano John: “Rapper” dentro das aspas porque se ele comparecesse a uma batlaha de MCs, provavelmente apanharia de remo na bunda. Fanfarrão e despojado, Jean Willys (nome verdadeiro do lutador) entrou para o GDR após uma desilusão amorosa. Fã de Sônia Abrão, Nelson Rubens e do programa Superpop, gosta de criar sensacionalismo em matérias do UOL, mesmo que pra isso tenha que desrespeitar a memória de alguém. Diz ser dono da marca “Astros do Ringue”, que é disputada por ele e por Mario Boy.

 
Todos eles, passaram a integrar a equipe de Michel Serdan, essa verdadeira enciclopédia do prowrestling tupiniquim. Está sendo cogitado para eles a criação de uma stable chamada de “Os Sete Anões”. Afinal, são pequenos no talento, mas grandes na perseverança. Enquanto isso não acontece, e esses sete não saem da geladeira do GDR, a equipe vai mostrando uma dramática mudança em seu produto com os novos talentos da empresa. As mudanças são visíveis, e podem ser melhor detalhadas no gráfico abaixo:

evolucao_gdr

Desejamos todo o sucesso do mundo ao novo GDR Evolution, fazendo sempre jus ao jeito Michel Serdan de fazer o prowrestling acontecer. Até porque enquanto nosso carequinha de ouro continuar na ativa, nossa redação terá sempre assunto pra poder postar na volta deste humilde blog.

Falando em assunto, terminamos nossa postagem de retorno com uma singela homenagem, breves momentos memoráveis de Antonio Carlos Aquino Rêgo:

Até a próxima, seus putos!